Cãomigo Sempre: Setembro 2015

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Como cortar a unha do seu cachorro

Muitas pessoas me perguntam se é necessário cortar a unha do cachorro ou não. A resposta correta é: depende.

Infelizmente não há uma resposta precisa, pois, cortar a unha do seu cachorro está diretamente ligada a necessidade do seu cão e isso depende muito dele.

Eu tenho pug e pastor alemão vivendo na mesma casa e eu não preciso cortar a unha do meu pastor, mas a da minha pug eu preciso. Você pode achar que varia conforme a raça, mas isso também não é verdade, minha pug fêmea necessita de corte, mas o meu pug macho não precisa.

A necessidade de cortar a unha está ligada a diversas fatores como por exemplo:

Qual o tipo de piso da sua casa?

Cão em apartamento tem um desgaste de unha menor que o cão que mora em quintal e pisa no asfalto.

O seu cão é muito ativo?

O meu pastor alemão passa o dia correndo junto com meu pug macho, mas a pug fêmea já é mais quietinha, o que desgasta menos a unha dela.

O ideal é que você observe a pata do seu cão e analise as dicas que deixo a seguir.

Os cães são descendentes dos lobos e eles utilizam as unhas como uma ferramenta de auxílio na caça e na ingestão de alimentos. Nossos peludinhos não precisam caçar então o desgaste da unha é bem menor, pois ele corre menos e usa menos as patas do que ele usaria em seu habitat natural.

Se observarmos a imagem abaixo é possível notar que a unha dos cães possui uma ponta em forma garra com aspecto triangular.

A unha do cão diferente dos humanos circula sangue que em muitas raças é visível a circulação, porém em outras raças a unha é escura e essa visualização e quase impossível. Cortar muito a unha do seu cão pode acertar esse vasinho e provocar sangramento, e pelo fato de ser um vasinho com circulação sanguínea vaza uma quantidade boa de sangue.

Para cortar a unha do seu cão você precisa ter em mente que a chance de erro é possível e causa dor no seu animal então prepare-se e estude bem a unha do seu animal antes de corta-la.

Tenha consigo as ferramentas adequadas que são:

Cortador de unha canino (a unha do cão é bem mais dura que a nossa então use o cortador adequado). Alguns cães possuem a unha bem pequena e aconselho que use um cortador de unha de gato que o resultado é bem melhor.

Pó para estancar o sangue, caso aconteça algum acidente é bom estar preparado. Abaixo deixo algumas marcas que podem ajudá-lo/a.

E é claro que você não pode esquecer de alguns petiscos para presenteá-lo pós corte. Não é uma experiência positiva o corte de unha para seu cão, então brinque e converse com ele durante o corte, para que ele associe boas impressões durante o corte.

Cuide para segura-lo de forma firme pois como é possível ver na ilustração acima o local que deve ser cortado é bem pequeno e qualquer erro resulta em sangramento, então segure seu animal de forma firme, abaixo deixo algumas sugestões de como segura-lo.

Lembre-se de cortar e presentear seu cão. Se errar aplique imediatamente o pó, e não deixe ele colocar a pata no chão até que veja que o sangue parou de sair, isso evita infecção.

Quando cortar a unha olhe a ponta e veja se esta com a coloração abaixo. Caso não esteja corte um pouquinho mais (bem pouquinho). O ideal é observar o desenho do sangue na unha e cortar próximo a ele. Mas as vezes não é possível então corte a pontinha até ver a unha desse jeito.

Por último e mais importante de tudo, relaxe...
Eu sei que você deve estar nervoso/a pois eu falei que sangra, que é perigoso, etc.. mas se você não estiver relaxado/a as coisas ruins acontecem com maior probabilidade. Mente calma transmite tranquilidade para seu cão que sente imediatamente o que você está sentindo. Para falar a verdade a dica mais importante desse post é essa, mantenha-se calma/o durante todo o processo, esse é o segredo que muita gente não consegue seguir.

Porque devo cortar a unha do meu cão?

Se a unha do seu cão não sofrer desgaste e crescer de mais ela tende a fazer uma curva e entrar na pele do animal que sofre ao andar e começa a mancar. Cortar a unha do seu animal não é estética é saúde, então atente-se a patinha dele ou ela.


Tenha um dia de cão com seu CãoMigo sempre.


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Filhote Adotado - Papinha

Bom dia amigos do CãoMigo Sempre

Continuando a nossa serie "Filhote Adotado", vamos conversar hoje sobre a segunda fase da alimentação dos filhotes de cão adotados ou não.


Depois da fase leite materno ou substituto de leite materno (conforme ultimo post), o filhote precisa começar a ser apresentado ao universo das rações.


Como menciono em detalhes nesse post sobre "Como escolher ração", é muito importante alimentar seu peludinho com ração canina, pois somente a ração possui todos os nutrientes e proteínas suficiente para manter seu cãomigo saudável. Como ele em breve vai se alimentar somete de ração, você precisa introduzir esse universo a ele, fazendo com que ele abandone o leite materno.

Quando devo começar a alimentar meu filhote com papinha?

Depois dos 25 dias de vida até os 45 dias de vida, é importante iniciar a introdução de papinha.

Logo no começo, intercale o leite materno (ou o substituto de leite materno), faça isso nos primeiros 3 dias.

Como faço papinha de desmame para filhotes?

Honestamente o melhor a fazer nesse caso é comprar papinha pronta, deixo abaixo exemplos.



Mas se você está com a grana muito curta, existe uma estratégia que você pode utilizar, embora não seja a mais recomendada.

Faça o substituto do leite materno (veja esse link caso não saiba como), aqueça um pouco desse leite no micro-ondas e misture ração para filhotes. Amasse bem até que forme uma papa semi consistente.

Não coloco medida pois a proporção varia conforme a quantidade de ração e de filhotes que possua.

Outra forma de fazer papinha é triturar em uma centrifuga a ração de filhotes seca e depois adicionar água morna até que fique na consistência de papa.

Quanto devo dar de papinha?

Se for uma papinha pronta industrializada existe indicações na embalagem, mas caso esteja fazendo a versão caseira, aconselho que cheque junto ao veterinário a quantidade indicada para cada raça.
A minha experiência nada profissional (não sou veterinária) me diz que os filhotes não costumam comer além da conta, ou seja, deixe um pratinho cheio e analise se acabou rápido ou não, dessa forma empírica (sem base cientifica) você vai acabar aprendendo o quanto precisa colocar.

Meu filhote não quer comer a papinha, e agora?

É bem normal para os filhotes alimentados pela mãe que ele nãos gostem no começo da papinha, mas você deve ser persistente, uma hora a fome ensina a gostar da ração e deixar o leite materno.

Quanto tempo alimento meu filhote com papinha?


O correto é alimentá-los com papinha até os 40 ou 45 dias no máximo, mas se perceber que seu filhote está comendo mais papinha do que no início isso significa que está na hora de trocar para ração de filhotes.
A papinha é apenas temporária, não alimente por muito tempo seu filhote com papinha, é importante que ele mastigue e aprenda a comer ração seca, que auxilia a formação e desenvolvimento dos dentes.


Na próxima seção da série "Filhote adotado", vamos conversar sobre, primeiros cuidados, saúde dos filhotes.


Tenha um dia de cão com seu CãoMigo sempre.

Fonte: 

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Filhote Adotado - Substituto de Leite Materno Cães

Bom dia a todos/as!

Hoje vamos conversar sobre um tópico muito importante para os amantes desses peludinhos. Sei que muitos apaixonados por cães como eu, costumam adotar com uma certa frequência os SRD (Sem Raça Definida) que cruzam seu caminho.

Não sei se é extrema inteligência canina ou o nosso coração mole, porém é muito mais comum você achar e recolher filhotes na rua. Um dos principais motivos (além do fato deles serem fofos) é que um SRD mais velho já conhece a rua e tem um certo receio de humanos (por já terem sofrido muito), os cães de rua mais velhos já sabem onde, quando e que hora ele consegue encontrar comida, por isso se escondem melhor que filhotes.

Uma vez que você recolheu um filhote na rua (lembrando que todo cão até 1 ano de idade é considerado filhote) se esse peludinho já tem mais de 3 meses de vida ele consegue se virar com qualquer tipo de comida (embora seja recomendado fornecer ração de filhote), o principal problema são os filhotes com menos de 3 meses de idade.

Quando você encontra um SRD filhote vivo (pois eles são muito frágeis e acabam morrendo sem os cuidados maternos) com menos de 3 meses de idade é indicado que você preste atenção em alguns detalhes para poder ajuda-lo/a.

Em primeiro lugar leve o filhote para a análise de um veterinário. Ele pode estar gravemente doente e necessita de cuidados especiais. As doenças mais comuns em filhotes são vermes, desnutrição e carrapatos/pulgas, não sou veterinária mas digo por experiência própria. Leve ao veterinário que ele ou ela, sabem muito bem as possíveis doenças que seu filhote pode estar.

Lembrando que não é indicado vacinar ou castrar um filhote até certo mês de vida ou caso o peludinho esteja doente, por isso os cuidados com a saúde são de extrema importância.

Em segundo lugar, questione qual fase de alimentação seu filhote está para o veterinário. Filhotes de cães crescem muito mais rápido do que de humanos, então o intervalo entre as fases da alimentação é muito mais curto, o veterinário irá ajudá-lo nessa distinção.

Definida a fase você provavelmente vai se deparar com 2 situações:

1- Seu filhote necessita de leite


2- Seu filhote necessita de papinha


Como você adotou o cão creio que a mãe não esteja por perto para auxiliar o filho, então você vai precisar fazer o leite dele (caso a mãe tenha morrido o problema é o mesmo também).

Como fazer leite de amamentação canina?

Não alimente seu filhote apenas com leite de vaca pois o leite de vaca foi feito para bezerros não para cães carnívoros, isso significa que a gordura do leite e todos os outros nutrientes do leite de vaca não são para cães e sim bezerros. Não adianta comprar substituto de leite materno humano, basicamente pelo mesmo motivo da vaca.

O correto é alimentar seu filhote com substituto de leite materno de cães.

Com a nossa tecnologia atual podemos encontrar esse leite em lojas de petshop semi prontos, abaixo deixo a foto de algumas marcas de leite materno para cães.

O preço da lata varia entre R$48 - R$60 a lata de 300g, que rende mais ou menos um litro de leite. É bem caro, caso seu filhote seja de raça grande (o que é difícil de saber, por isso a indicação de uso da lata é por quilo do filhote).

Para que o seu bolso não influencie no desenvolvimento do seu filhote eu deixo duas receitas de substituto de leite materno para cães, caseira. Ambas as receitas são muito boas e vão ajudar o seu pequeno, porém cada uma também tem um custo distinto, analise e veja qual entra no seu orçamento.

Receita 1

Leite para cachorro – Sucedâneo para cães

*200 ml de leite em pó integral
*1 gema de ovo
*1 pitada de sal
*1 colher de chá de óleo vegetal
*1 colher de chá de mel ou dextrosol
*10 gotas de kalyamon B12 ou Ostelin B12
* acrescentar 2 colheres de sopa de água

Preparo: Misture bem os ingredientes. Aqueça a mistura à temperatura do corpo.

Após a 3ª semana de vida oferecer o leite a vontade.

Como fazer essa conta?
Exemplo: meu filhote pesa 1kg e tem 10 dias de idade - Alimentação 25% do peso corpóreo, ou seja, (25x1) /100 -  0,25 (25ml de leite por dia)

Receita 2

Leite para cachorro

*1 xícara de leite integral (de preferência de cabra ou ovelha)
*1 pitada de sal
*3 gemas de ovos (sem as claras)
*1 colher de sopa de azeite de oliva extra virgem
*1 dose de suplemento vitamínico mineral (Nutrifull, Aminomix, Puppy Dog, Nutricare ou similares)

Observações: Se não for possível comprar leite de cabra ou de ovelha integral, procure optar por leite A integral de vaca, não submetido ao processamento UHT – como os das marcas Xandô ou Leite da Fazenda. São opções mais nutritivas, com um perfil de proteínas mais adequado às necessidades de carnívoros como os cães e os gatos.

Preparo: Misture bem os ingredientes. Aqueça a mistura à temperatura do corpo.

Como vou alimentar meu filhote?

Essa parte é bastante delicada pois a ingestão errada do leite pode resultar em pneumonia no seu filhote por isso deixo o vídeo abaixo que ensina como fazer:

Leite para cachorro – Veja aqui a maneira (sem mamadeira) que é mais segura para alimentar os filhotinhos mais novos (se aplica a todo tipo de cachorro filhote, não somente Bulldog)


No próximo post vamos conversar sobre a segunda fase da alimentação de filhotes.

Tenha um dia de cão com seu CãoMigo sempre.

Fontes:
http://www.petlove.com.br/suplemento-vetnil-substituto-do-leite-materno-pet-milk-300-gr-31017383-1/p?idsku=28038