Cãomigo Sempre: Janeiro 2017

sábado, 7 de janeiro de 2017

Cachorro com medo de trovão ou raio – O que fazer?

Geralmente no verão sofremos as piores tempestades, e com elas chegam sempre os raios e trovões.

Há muitos cachorros extremamente corajosos que nada sentem nesse período, porém há outros que realmente sofrem com o barulho.

Independente da raça ou tamanho seu cachorro tem uma personalidade e medos individuais, já vi pastor alemão entrar em pânico com o barulho dos trovões em quanto que o pinscher ao seu lado dormia tranquilamente. Não pense você que por ter um cão de porte grande esse problema não existirá pois não é verdade.

Alguns lobos também se assustam com o barulho da chuva o que demonstra que é uma reação extremamente natural de qualquer animal, ou você garante que 100% dos trovões não lhe assustam ou pelo menos momentaneamente lhe causem um leve tremor? É normal.
A diferença entre você e seu cão é que você entende o que é um raio ou um trovão e seu cachorro não faz a menor ideia do que está acontecendo, para ele o mundo está acabando literalmente.

Como que eu sei que meu cachorro está com medo?

A primeira reação natural do cachorro ao medo é procurar proteção, observe se após o barulho seu cachorro se escondeu em algum canto da casa ou em algum cantinho da garagem.

Segunda reação é o tremor, o cachorro treme de medo no sentido literal.

A terceira reação nem sempre ocorre, mas já vi em cachorros com muito medo, que é o superaquecimento, o cachorro no pânico se aquece como se estivesse acabado de correr e fica baforando.

Eu preciso fazer alguma coisa quando meu cão se esconde?

Cada cão é um cão, porém é muito comum (muito comum mesmo) o cachorro se machucar nesse período então é realmente importante que você o ajude.

O que ocorre é que o cão com medo tenta fugir do local que o está assustando, e essa busca pelo local seguro acaba sendo perigosa, ou seja, ele morde coisas que não devia morder (como fios por exemplo), cava regiões que não devia cavar como paredes ou chão, e ele faz tudo isso em modo pânico, em outras palavras, ele não faz noção do que está fazendo e faz por instinto até se machucar (alguns mesmo se machucando não param de cavar por exemplo). Você precisa ficar atento e não deixar que isso ocorra.

Outra consequência bem comum do cão no momento do desespero é virar o estomago, principalmente se ele acabou de comer ou comeu demasiado. A digestão do cachorro é bem complicada e no pânico virar o estomago é um problema real. Veja esse link para saber mais.

O que eu posso fazer para ajudar meu cachorro nesse momento?

Em primeiro lugar não dê comida, mesmo que seja o biscoito favorito dele, é melhor evitar que ele vomite ou tenha o problema que citei no último parágrafo.

Em segundo lugar não tente falar com o cachorro como se você estivesse com pena, o cachorro vai entender que você também está com medo e isso não irá ajudar. Tente inspira-lo a passar por cima da situação brincando com ele, dizendo que está tudo bem.

Nunca, jamais, brigue com seu cachorro por ele estar com medo, é um sentimento normal, ele não merece isso de você. Já vi casos de donos gritando com o cachorro quando ele está com medo mandando ele parar de ser “covarde”, isso só faz seu cachorro ficar com mais medo ainda pois ele não entende o barulho do trovão nem muito menos o porquê que você está bravo com ele, e por sua vez o cachorro aumenta o comportamento de medo, podendo até mesmo machucar o dono no desespero.

Algumas pessoas podem não concordar, mas o que eu realmente vejo que funciona é deixar seu cachorro ao seu lado nesse momento, isso implica deixa-lo dentro de casa, o que nem sempre é aceito por todos. Você é o líder dele, ele se sente protegido ao seu lado e querido, ficar ao seu lado é a segurança dele de que tudo vai ficar bem.

Mas meu cachorro foge de mim quando ouve o barulho do raio, e agora?

Muitos cães medrosos preferem ficar sozinhos nesse momento, mas tenho certeza que seu cheirinho ajuda, então deixe uma camisa sua perto dele no cantinho que ele escolheu, ou coloque seu travesseiro ali. Se ele não estiver tentando se machucar não tem motivo para força-lo ficar ao seu lado, deixe ele lhe dar com seu medo onde ele se sente melhor.

Tem alguma chance desse comportamento dele sumir?

Sim e não. Depende do seu cachorro, cães mais novos tendem a ser mais “medrosos” pois ainda estão aprendendo sobre o mundo. A minha pug por exemplo, ela era extremamente medrosa, os anos passaram e ela aprendeu a lhe dar com medo, hoje ela houve trovões se assusta, mas não entra em pânico como antes.

Porém tem cães que infelizmente não conseguem aprender como lhe dar com o medo (assim como tem humanos que não conseguem isso), então é importante o seu amor e paciência.

Devo dar remédio para o meu cão se acalmar?

Esse assunto é melhor respondido pelo veterinário do seu cachorro, só ele pode avaliar o grau de medo que ele tem e se um calmante é recomendado ou não.

Eu pessoalmente não gosto da ideia do remédio pois não ensina seu cão a lhe dar com o medo, porém cada cão é um cão, consulte o veterinário é a melhor resposta.


Não deixe seu melhor amigo passando desespero, esteja presente na vida dele como ele está na sua, ele jamais te deixaria.


Tenha um dia de cão com seu CãoMigo Sempre.