Cãomigo Sempre: Dezembro 2016

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Como identificar sinais de superaquecimento no cachorro.

Esse assunto é de extrema importância para seu cachorro e merece muita atenção pois caso você identifique esses sinais e não tome as devidas providencias você pode levar seu cão ao óbito.

Entenda em primeiro lugar que é extremamente difícil para o cachorro manter sua temperatura corporal, explicamos melhor esse assunto nesse post aqui, caso queira detalhes. Como o cachorro possui dificuldades em se aquecer e se resfriar é muito importante que você preste atenção a sinais que efetivamente podem salvar a vida do seu cachorro.

O que pode acontecer com meu cachorro se ele superaquecer por muito tempo?

A maior e mais drástica consequência do superaquecimento é o infarto fulminante.

Isso ocorre, pois, um dos primeiros sintomas de superaquecimento nos cães é a aceleração dos batimentos cardíacos. Seu cão começa a acelerar o batimento cardíaco devido à elevação da temperatura corporal.

Alguns cães como pugs por exemplo, são mais propensos ao superaquecimento isso ocorre por serem braquiocefálicos e possuírem dificuldades em respirar devido a pequena cavidade nasal de seu crânio.

Como posso evitar o superaquecimento no meu cachorro?

Nunca deixe seu cão exposto ao sol e brincando por muito tempo, essa costuma ser uma combinação muito comum para o superaquecimento.

Nunca, mas nunca mesmo, abandone seu cachorro dentro do carro que está sob o sol. Não importa que seu cachorro fique com a janela aberta e que você saia por alguns minutos. Como disse antes os cachorros são péssimos em se resfriar, ou seja, um minuto no carro pode efetivamente matar seu cachorro. Outra questão comum sobre esse tema é se é possível deixar o animal no carro quando ele tem à disposição água; não se iluda, seu cão não compreende o que está acontecendo o que mais importa para ele é vê-lo voltar ao carro, logo, ele não irá beber nem um gole da sua água, por esse motivo em hipótese alguma deixe seu cachorro no carro sozinho em dias de sol.

Outro motivo comum para o superaquecimento em cachorros é deixar o cachorro no quintal sozinho em dias de sol. Quando você menos espera ele superaquece e caso não tenha acesso a nenhuma sombra isso pode ser fatal.

Mas do jeito que você fala meu cachorro não sabe se resfriar sozinho, ele é burro?

Bom, ele é um animal, ele não entende muito bem o que está acontecendo. Porém ele sabe que está passando mal e procura sim ajuda. A primeira atitude do seu cachorro será procurar abrigo na sombra, ele vai ficar ali quietinho tentando se resfriar. Em segundo lugar ele vai procurar água, alguns cães chegam a fazer bagunça na água tentando resfriar as patas e em seguida deitam sobre a poça de água (Golden são fantásticos fazendo isso), porém essa parte da água não é comum geralmente ela é realizada por cachorros mais “inteligentes”.

Mas cabe ressaltar que na situação do carro o seu cão está muito preocupado se você vai voltar e porque ele não pode segui-lo por essa ração ele com certeza nem verá água a disposição.

Sinais de superaquecimento no seu cachorro:

Observe atentamente a um ou mais desses sinais abaixo.
  1. Cachorro ofegante e tremulo 
  2. Língua para fora com baba excessiva
  3. Corpo muito quente ao toque
  4. Olhos dilatados
  5. Ele começa a mancar ou até mesmo desmaia
  6. Língua e gengiva excessivamente vermelha. As orelhas também podem ficar vermelhas em alguns cães
  7. Está bebendo muita água de forma desesperada

Fizemos um vídeo exemplificando o antes e depois do superaquecimento.

O que eu posso fazer para salvar meu animal?

Essa é a parte mais importante desse texto.

Ao ver seu cachorro com um ou mais sinais descritos acima corra e molhe a barriga e as patas do seu cachorro.


Já fiz isso e ele continua ofegante e tremulo e agora?

Jogue ele no chuveiro, na piscina em um balde de água. Não tenha dó, isso realmente vai salvar a vida dele.

Caso seu cachorro tenha desmaiado vá direto a opção de colocá-lo na água pois o desmaio é um sinal extremamente sério. Em seguida leve ele ao veterinário para checar os sinais vitais.

Eu preciso levar meu cachorro ao veterinário caso ele não tenha desmaiado?

Não, provavelmente a água irá solucionar o problema. Porém caso os sinais não desapareçam após a submersão em água leve-o ao veterinário.

Superaquecimento no cachorro é um assunto sério, principalmente pois vivemos em um pais tropical e no verão isso é realmente comum nos cães.

Tenha um dia de cão com seu cãomigo sempre.

*Não somos veterinários esse texto foi escrito com o auxíliode veterinários. Caso tenha dúvidas estamos à disposição nos comentários, tentaremos lhe responder na medida de nossos conhecimentos.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Posso deixar meu cachorro em casa sozinho?

Amantes de cachorro eis uma pergunta que provavelmente a resposta já está na ponta da língua certo?

Se você é viciado que nem eu em cachorro é obvio que você vai dizer: Não, não deixe seu cachorro sozinho…ou algo como, saia de vez em nunca por que seu cachorro precisa de você.

caomigo
Eu sei que essa é a resposta comum de todo amante de cachorro, afinal ele é seu cãomigo sempre, não é?

Mas a verdade nunca é absoluta para nenhum dos dois lados.
Escuto amantes de cachorro dizendo que não se deve deixar o cão sozinho e escuto pessoas que gostam de cachorro e não concordam em ficar com eles 24h por dia. Seria justo dizer que quem não fica com seu cachorro 24h por dia está errado e o outro certo?

A vida é repleta de equilíbrio e seria errado julgar um lado sem entender o outro.

O cachorro AMA seu dono a vida dele é a SUA vida, então por ele é claro que você não deve deixa-lo.
Mas se você observar seu cachorro com carinho você vai perceber o quanto ele é ligado a você, ou seja, você está feliz ele está mais feliz ainda, você está triste ele também fica triste e senta do seu lado para consola-lo/a. O seu cachorro sofre e se anima como todo melhor amigo o faz, ao seu lado.

Porque você está falando isso?

É bem simples, se você fica em casa o tempo todo por causa dele mais é feliz assim, é obvio que ele sente e fica feliz também. Mas se você fica em casa com seu cachorro pois acha que é sua obrigação ficar ali, e perde festas, reuniões e outras atividades externas que te fazem ficar triste por essa razão…é obvio que seu cachorro também vai ficar triste.

Tudo na natureza exige um ponto de equilíbrio, sua relação com seu cachorro também necessita de um ponto de equilíbrio.

Deixa-lo dias sozinho num canto com água e comida é quase abandono. Digo quase porque pelo menos ele tem comida e água, mas não pense você que comida e água são suficientes para um cachorro pois não é.

Entenda que ao adquirir ou adotar um cachorro, você se comprometeu com uma vida, e essa vida é extremamente sociável e dependente. Cachorros são assim, não importa a raça eles são sociáveis e necessitam de atenção.
Sabe como surgiu os primeiros cachorros domésticos?

Os primeiros cachorros domésticos foram os lobos que por algum motivo (estavam doentes, fracos ou outros motivos) se aproximaram dos humanos pois eles tinham comida disponível. Esses lobos que se aproximaram recebiam comida dos humanos e em troca os auxiliavam na caça.

A verdade nua e crua é que cachorros nada mais são do que lobos que dependem dos humanos e em trocam os auxiliam. É uma verdade nua crua, se você se interessou pelo assunto clica aqui e leia mais a respeito para entender o porquê da minha observação.

Cachorros PRECISAM estar ao seu lado, eles não são independentes como os gatos por exemplo (e olha que mesmo gato precisa de atenção).

O que eu quero dizer com tudo isso, é que não adianta você encher o potinho do seu cão de comida e água e não acaricia-lo ou conversar com ele de vez em quando, se esse é seu plano compre um peixe.

Mas ao mesmo tempo não precisa transformar a sua vida numa vida de cão, literalmente. Seja feliz saia com seus amigos nos finais de semana, mas não esqueça de dedicar alguns finais de semana para levar o seu melhor amigo ao parque, ou, porque não, leve seu cachorro ao shopping com você, cada dia mais shoppings no Brasil aceitam a entrada de cães.

Encontre um ponto de equilíbrio entre o bem-estar do seu cachorro e o seu bem-estar.

Volto a repetir pois isso REALMENTE é importante, não isole seu cachorro em um canto da casa que faça com que você o veja de vez em nunca. Cães são sociáveis nunca se esqueça disso.

Já imagino que algumas pessoas possam estar pensando: Mas você não conhece meu cachorro ele é muito agitado destrói tudo não dá para ficar com ele na rua ou o tempo todo.

Bom se esse é o caso, desculpa voltar a falar a verdade nua e crua, mas a culpa é sua...sim sua.

Já conheci cachorros impossíveis digno de um óscar em bagunça e destruição que viraram ovelhas depois de um bom adestramento. Se você tem filhos humanos você entende o que é malcriação, nos cachorros isso não é diferente. Seu cachorro literalmente faz bagunça para chamar a atenção.

Leia esse artigo aqui de como adestrar cachorros onde deixo várias dicas de como tentar solucionar seu problema, mas o que é realmente importante nisso tudo e a solução desse problema é uma só: passe tempo com seu cachorro. Deixa-lo excessivamente sozinho só vai piorar o comportamento destrutivo, eu lhe garanto.

Encontre o ponto de equilíbrio para uma vida mais feliz ao lado do seu cachorro.

Tenha um dia de cão com seu cãomigo sempre.